Minha lista de blogs

domingo, outubro 10, 2021

RESTAM APENAS 2 VAGAS PARA AS QUARTAS DE FINAL

 

Casa cheia e jogos eletrizantes... Essa é a APFM, onde reina a Regra Pernambucana

Meus amigos da Bola de Borracha!

Existe uma expressão popular muito citada quando os acontecimentos vão se direcionando para o desfecho, em qualquer esfera, e creio que esta expressão qualifica exatamente o imponderável que toma conta da atmosfera da Regra Pernambucana: É chegada a hora da onça beber água”

E se esperávamos emoção nos jogos finais da 1ª fase do Campeonato Oficial 2021, na Regra Pernambucana, patrocinada pela APFM, com certeza, a espera foi muito bem recompensada, dado o que se viu nas 6 disputas que ocorreram neste sábado, 09 de outubro.

Até jogo que já não valia nada em pretensões de tabela, registrou um feito memorável para um jovem time da pelota esborrachada.

Hélvio e Humberto Securão protagonizaram o duelo entre SAN LORENZO e PSG

E sem mais delongas, indo direto ao ponto, nosso registro da rodada inicia-se com a aparição do PSG, de Humberto Securão, que com 4 jogos atrasados, deixara estagnada a situação classificatória do GRUPO A da competição. Destes 4 jogos atrasados, 3 deles foram realizados, todos com placares mínimos anotados, mas que delinearam 2 das 4 vagas para o mata-mata final.

Abrindo a jornada, o PSG entrou na arena 2 confiante em uma grande vitória contra o SAN LORENZO, de Hélvio Ney. Porém, os números da competição a favor dos argentinos apontavam para um jogo duríssimo, onde o favoritismo do PSG não deveria ser tão amplo assim.

San lorenzo e momento de articulação de jogada frente o poderoso PSG

E de fato, com a bola rolando, viu-se o San Lorenzo com arremates mais perigosos do que as finalizações francesas. Nas vezes em que chegou à meta, o ataque argentino botou o arqueiro adversário para tirar a bola na ponta dos dedos, enquanto o calibre do PSG nem sempre acertava a meta, quando atacava. Nesse ritmo, na segunda etapa de jogo, concretizou-se a tendência expressa na fase inicial: Com um chutaço de meio de campo, acertando o centro da barra, o San Lorenzo alcançou uma vigorosa vitória frente ao temido PSG, sacramentando a sua classificação às Quartas de Final do CO 2021, fechando a contagem com um simples e bravo 1x0.

PSG tentar armar a defesa diante dos constantes ataques do Chelsea

Em seguida, o PSG viajou até a pesadíssima arena 4, onde a bola teima em não subir, para encarar os blues do Hipódromo, o CHELSEA, de Hugo Alexandre. Ainda nos momentos de preparação dos times, via-se o clima de grande embate entre ingleses e franceses.

Após a ordem de rolar a bola, dada pelo árbitro Adilson Ribeiro, quem acompanhava a partida viu jogadas meticulosamente arquitetadas, vendo claramente o extremo cuidado de cada lado, em não ceder a posse de bola para o adversário. Isso se deu até o momento em que, numa jogada de alto risco, na tentativa de impedir o arremate francês, o Chelsea cometeu uma penalidade máxima.

Equilibrado, clássico entre PSG e CHELSEA é decidido no último minuto de jogo


Um detalhe desta cobrança é que, além do botão cobrador, o PSG manteve um segundo botão dentro da área, o que pela regra, torna impugnado o arremate, caso ele não retire o 2º botão. E foi o que aconteceu: Cobrança feita, gol marcado, porém, impugnado pela presença deste segundo botão. Diante da marcação categórica do árbitro Adilson, a repetição do pênalti foi feita e para a sorte dos Blues, o goleiro MARAGOGI fez uma espetacular defesa. O Jogo seguiu, entramos pelo 2º tempo de jogo e quando o equilíbrio de forças parecia apontar para um empate sem gols, eis que brilha a estrela do artilheiro PAULO SÉRGIO, a menos de 1 minuto do fim, dando uma vitória suada aos blues e impondo a segunda derrota do dia ao PSG. Mais um jogo em 1x0, mostrando a paridade entre os que brigam pelas 4 vagas do grupo.

Chegou a vez do Timão enfrentar o PSG... Será que venceu ou sucumbio?

E para manter a tônica do placar mínimo nos jogos do PSG, ainda restava o confronto com o CORÍNTHIANS, de Adriano Oliveira, que apesar de nada mais almejar na competição, cabia a ele, tirar de vez o PSG das quartas de final tentando impor-lhe a terceira derrota no dia.

Securão e seu PSG chega ao triunfo após duas derrotas seguidas


Mas quando a bola começou a rolar, o que podia-se ver em campo, foram os mesmos erros de outros jogos, cometidos pelo timão, favorecendo assim, o excelente domínio de bola do calejado e escolado PSG, que, apesar de já haver perdido duas partidas consecutivas, uma vitória neste confronto lhe daria a chance de ainda brigar pela última vaga da chave A. E no 2º tempo de jogo, a peleja teve um desfecho satisfatório para os franceses, num arremate certeiro, sem chances de defesa, num chute preciso de DON CORLEONE. Lá estava, no placar, a contagem mínima de 1x0, dessa vez, favorável ao PSG, de Humberto Securão.

Paralelamente aos jogos do PSG, se desenrolava também os embates finais do GRUPO B, que já trazia VILA BELMIRO, de Albertinho, e FLAMENGO, de Fernando Brito tranquilamente classificados, restando apenas as confirmações das últimas duas vagas, onde PORTO, de Dinoraldo Gonçalves, HÉRCULES, de J.Hércules e JUVENTUS, de Diogo Ayala, lutavam bravamente para conquista-las.

O Paredão, Tetraídes, do IGLADIATORI, garante o empate em 0x0 frente o HÉRCULES


Na Arena 5, com a aparição de Belfort Moura e seu IGLADIATORI, o HÉRCULES, pode entrar em campo contra os lutadores do Coliseu precisando apenas de um empate para assegurar sua vaga, uma vez que esse pontinho conquistado tiraria a chance de ser alcançado pelo JUVENTUS.

E com jogo valendo, IGLADIATORI e HÉRCULES tiveram sim, muito trabalho em suas metas, sobretudo o arqueiro Tetraídes, que fez, pelo menos, 9 grandes defesas, sem dar chances de gol aos suecos. Pelo ataque gladiador, outros 3 arremates também foram interceptados pelo paredão Herculano. Assim sendo, o placar final não poderia ser diferente e o estampado empate em 0x0 no marcador era assim, suficiente para o Hércules se juntar ao Vila Belmiro e Flamengo, na lista dos classificados.

PORTO ataca para abrir o marcador diante do ÍBIS e garantir sua vaga na 2ª fase


No mesmo instante, na Arena 2, o PORTO, de Dinoraldo Gonçalves enfrentava o ÍBIS, de Daniel Piru, com necessidade obrigatória de vitória para assegurar sua vaga, uma vez que a JUVENTUS fungava em seu cangote na pontuação classificatória.

Determinado a vencer, o tricolor de Maranguape foi a campo articulando jogadas com todo cuidado para não ceder a bola facilmente, pois uma leve bobeada poderia tirar-lhe o sossego. E de fato, suas boas ações em campo lhe renderam, ainda cedo no jogo, dois gols bem desenhados, através de um mesmo botão, o sagueiro REMO. Na segunda etapa, já tranquilo com 2 tentos anotados, o Íbis apareceu com um belo gol tramado pela intermediaria, diminuindo o placar, mas tudo parou por ai. Com a vitória por 2x1, o Porto garantia também a sua passagem para o mata- mata, eliminando a JUVENTUS, de Diogo Ayala

JUVENTUS em ação, em um dos 4 gols anotados frente o IGLADIATORI

E por falar nele, a JUVE,  que a essa altura já não almejava mais nada em termos de classificação, uma grande surpresa acabara por coroar a sua primeira participação em uma competição oficial. Restava o cumprimento de tabela frente o IGLADIATORI, de Belfot Moura.

Minha gente, não é que o menino desembestou em campo! Para tirar a fama de Rei dos amistosos, um tal de MARECO, meia-direita do time, não deu chance de defesa para o arqueiro gladiador... Ainda no primeiro tempo, Mareco fez 1... fez 2... fez 3..., e só se ouvia o grito jovial de gol, de Diogo,  rompendo um certo silencio que se fazia na sala. MAREEEEEEEEEEEEEEEEECOOOOOOOOOOOOOOOOOOO.... Era Diogo gritando, e todo mundo se olhando, dizendo: "Oxente, o Igladiatori esqueceu o goleiro no outro campo!"

O técnico Diogo recoloca em campo o craque MARECO, após cobrança de lateral

E para coroar a vitória, mais um golzinho na segunda etapa foi marcado, selando uma sonora goleada por 4x0, fechando com chave de ouro, a sua participação no Campeonato Oficial 2021. Belíssima e contundente vitória da Juventus, frente os Imortais Gladiadores do Coliseum.


Pelo grupo A, faltam ainda 2 jogos a serem realizados pelo CRUZEIRO, de Marcos Securinha, que não pode comparecer neste sábado. São os 2 últimos jogos que restam, e que definirão diretamente os 4 classificados. Dois deles, CHELSEA e SAN LORENZO, já estão la. As outras duas vagas estão em disputa pelo próprio CRUZEIRO, PSG e SÃO PAULO, que corre o risco de cair fora do G4, dependendo dos resultados entre CRUZEIRO x PSG e CRUZEIRO x SAN LORENZO. Gente, cuidado com o coração, porque o nível de adrenalina nestes 2 jogos restantes serão altíssimos.



Pelo grupo B, totalmente definido, uma curiosidade se fez em números. VILA BELMIRO e FLAMENGO terminaram empatados com 15 pontos, assim como PORTO e HÉRCULES também chegaram juntos, com 8 pontos conquistados. O que faz a vantagem prevalecer entre um e outro, é o quesito GOLS MARCADOS... Quem fez mais gols, tem sua vantagem assegurada, premiando o melhor ataque.

E diante do quadro pintado neste sábado, as expectativas ficam unicamente para os 2 últimos jogos que restam para definição geral das QUARTAS DE FINAL e tudo está nas mãos do CRUZEIRO, que sozinho, ditará o destino de PSG e SÃO PAULO, além, claro, do seu próprio destino.

Esperamos, confiantes, que no dia 19 de outubro, a presença destas 3 forças (CRUZEIRO, PSG e SAN LORENZO) se façam de forma efusiva e entusiasmada, para que tenhamos um desfecho pleno da 1ª fase, sem que tenhamos que aplicar o indesejado WxO.

Ei, você... Aposta em quem destes 3 times, para se juntar a CHELSEA e SAN LORENZO pelo Grupo A?

Deixe seu comentário... a gente quer saber!

É chegada a hora da onça beber água...

Um grande abraço da APFM à todos e... VIVA O BOTÃO!

domingo, outubro 03, 2021

QUEDA DE INVICTOS É DESTAQUE NO CO-2021

 

Primeiros instantes de um clássico nervoso entre FLAMENGO x VILA BELMIRO

Minha gente!

Quando tudo se apresentava como um sábado pra lá de exaustivo, com as 4 arenas tomadas pelos que disputam o Campeonato Oficial 2021, com previsão de times fazendo maratonas de jogos, enquanto outros administravam seus últimos instantes de participação na 1ª fase com seus cálculos matemáticos para avançar de fase, eis que a ausência inesperada de alguns times acabou adiando essa conclusão para o sábado seguinte.

Envolvidos com trabalhos profissionais que impediram essa presença, PSG, de Humberto Securão, IGLADIATORI, de Belfort Moura e SAN LORENZO, de Hélvio Ney, temperaram incertezas quanto à classificação final e a quem, de fato, estará no mata-mata decisivo, tão esperado por todos.

Mas nem por isso deixou de ter emoção entre os que estiveram presente à Sala Brasília, neste sábado dia 02 de outubro. Pelo menos 3 partidas foram realizadas, sendo 2 delas de suma importância para a definição classificatória.

Partamos então para saber quem entrou em campo e o que aconteceu no mexe mexe das tabelas...

Tudo pronto para SÃO PAULO x CHELSEA na arena 1 da APFM

Inaugurando oficialmente as arenas da APFM, SÃO PAULO, do até então líder do grupo A, Max Monteiro, encarou o CHELSEA, de Hugo Alexandre, num clássico que valia a consolidação do topo da tabela. Com bola rolando, logo nos primeiros minutos de jogo, PAULO SÉRGIO, do Chelsea, abriu o marcador, porém, no minuto seguinte, HELINHO, do tricolor paulista encaminhou o empate no placar. Mas não ficou por ai. Ao final da 1ª etapa, os blues voltaram a liderar o marcador com um gol de zagueiro.

O São Paulo, que por pouco não empatou de novo nos instantes finais do 1º tempo, voltou para o 2º tempo sentindo a desvantagem no placar, errando e abrindo brecha para o Chelsea seguir marcando. E nesse ritmo, ao toque do cronômetro, os Blues estampavam 4x1 no marcador, quebrando a invencibilidade do Tricolor do SAMU, ao mesmo tempo em que assumia a liderança da chave A e, de quebra, ainda lançou momentaneamente seu artilheiro, Paulo Sérgio, com 4 gols anotados no certame.

Em rara lucidez de ataque, o TIMÃO arranca gol salvador e vence o SANTA CRUZ


Ainda pelo grupo A, SANTA CRUZ, de João Rophe e CORÍNTHIANS, de Adriano Oliveira, abrilhantaram o jogo mais iluminado de toda competição... sim, isso porque cada um trazia consigo um verdadeiro holofote, eles que habitam as últimas posições da chave.

De um lado, o Santinha, que ainda não marcara nenhum golzinho sequer, em 5 jogos... Por outro, o Timão, que com apenas 1 golzinho anotado, via suas pretensões de classificação se esvair-se palheta abaixo...

Com bola rolando, via-se o esforço de ambas as equipes em buscar o triunfo, mas esbarraram nos próprios erros e, sobretudo, em “ingarridas” involuntárias de seus botões, desperdiçando jogadas preciosas de gols. Em meio a tudo isso, CARRIER, camisa 10 do Timão, encontrou uma brechinha no canto rasteiro esquerdo do arqueiro tricolor para fazer o único e magro gol da partida. Vitória sofrida, suada, mas feliz, do time do Curado.

O Clássico que definiria o 1º lugar do grupo B, destacando o VILA BELMIRO em ação

E quem ai esperava o confronto clássico do Grupo B, entre VILA BELMIRO x FLAMENGO? Tem gente no Rio Grande do Sul que pagou 3 vezes o ingresso... Heim, Sambaquy? E lhe digo: Valeu a pena!!!

Na arena 5, Albertinho tão logo chegou, já foi preparando seu elenco para enfrentar o Urubu do Hospício, palhetado por Fernando Enéas, até então líder do Grupo B. Donos da melhor campanha de toda competição, o clássico prometia emoções até mesmo depois do jogo...

Com bola rolando, os primeiros minutos foram de nervosismo e jogadas mal finalizadas, com erros, “cheiros de bola” (quando raspa a bola sem toca-la), chutes pra fora... algo muito comum quando a carga nervosa é demasiada no desenvolvimento de uma partida na Regra Pernambucana. Contudo, aos poucos, os nervos foram se encaixando, e as jogadas foram fluindo com maior objetividade e risco de gols para quem sofria o ataque.

Sob o olhar atento da arbitragem, FLAMENGO busca articular jogadas

A etapa inicial foi finalizada sem ninguém inaugurar o marcador, porém, ambas as partes, nos últimos 5 minutos, perderam chances claras de gols, depois de jogadas muito bem articuladas: A trave acabou sendo o destino delas...

Já na etapa final de partida, as boas jogadas seguiram fluindo e dentre estas articulações, a vitória escancarou um sorriso largo ao VILA BELMIRO, que com 2 gols de ALDIR, na intermediária flamenguista, decretou um triunfo esplendido frente ao time que, até então, tinha 100% de aproveitamento na competição.

Com a vitória, o Vila Belmiro chegou aos mesmos 15 pontos do Flamengo, porém, no critério de desempate, leva a vantagem dos gols marcados a seu favor. E ainda de quebra, ALDIR igualou-se a PAULO SÉRGIO, do Chelsea, na briga pelo troféu de artilheiro, ambos com 4 gols anotados.


Observando então como ficaram os grupos, temos, pela Chave A, o CHELSEA como novo líder, alcançando 10 pontos e deixando o SÃO PAULO, que já não joga mais, em segundo plano. Porém, com tanto jogo ainda para ser realizado por PSG, CRUZEIRO e SANLORENZO, este grupo segue indefinido quanto ao posicionamento final e quem, de fato, estará no mata-mata final


O outro lado da história, o Grupo B, já tem definido os dois primeiros colocados, classificados com larga vantagem de pontos. VILA BELMIRO, que terminou seus jogos à frente do Flamengo no quesito “gols marcados” e também no “saldo de gols”, apesar de estar tranquilo quanto à garantia da vantagem do empate em todos os jogos do mata-mata, na verdade, ainda tem que torcer para que o PSG, pelo grupo A, não vença seus 4 jogos que ainda resta por cumprir. Este, por sua vez, vencendo seus 4 compromissos, chegaria a 16,1 pontos, tirando a 1ª colocação geral das mãos da Baleia Azul.

De resto, HÉRCULES, PORTO, ÍBIS e JUVENTUS ainda pleiteiam uma vaga na 2ª fase. Quem destes estarão fazendo companhia ao VILA BELMIRO e FLAMENGO?

Jogos restantes da 1ª fase do Campeonato Oficial 2021

Meus amigos da bola de borracha, gostaríamos muito de estar relatando nestas linhas, assim como estava previsto, os 8 classificados para as quartas de final, trazendo a resenha dos 11 jogos então programados para este dia 02 de outubro. Mas nem sempre podemos colocar o Hobby acima dos afazeres profissionais, e isso, todos nós entendemos bem!

E justamente por este motivo, para que o brilho da disputa não seja ofuscado com a aplicação de WxO, estenderemos por mais um sábado (ou até mesmo dois) dando a chance de que todos, absolutamente todos possam comparecer e finalizar as suas respectivas participações na 1ª fase do Campeonato Oficial 2021.

Apesar do retardo neste desfecho, uma coisa é certa: Nós e todos aqueles que estão competindo na Regra Pernambucana, estão mais ansiosos do que nunca, não apenas para conquistar a tão almejada vaga, mas sobretudo vislumbrar o caminho que tem a seguir, depois de formados os confrontos do mata-mata final...

É esperar, viver e lutar para não morrer!

Viva o Botão!

domingo, setembro 26, 2021

APENAS DOIS JOGOS MOVIMENTANDO O CO-2021

 

Duas novas forças na Regra Pernambucana: SANTA CRUZ e SAN LORENZO

Meus amigos deste maravilhoso mundo do botão!

Entramos na contagem regressiva para a última rodada da 1ª fase do Campeonato Oficial 2021, que está  programada para o dia 02 de outubro, sábado próximo, onde uma maratona de jogos deverá ser realizada nas 4 arenas da Associação Pernambucana de Futebol de Mesa.

Digo MARATONA DE JOGOS porque, com a ausência sequenciada de alguns times, vários jogos acumularam, adiando para a 7ª rodada, o desfecho de todos eles, inclusive, definindo as quatro vagas de cada chave que ainda seguem incertas quanto ao posicionamento, bem como quem, de fato, carimbará seu passaporte para o mata-mata final.

De momento, em virtude de 5 grandes ausências na sala Brasília,  neste dia 25 de setembro, apenas 2 jogos foram realizados, sendo um pelo grupo A e outro pelo grupo B.

Veremos que pouco se mexeu na TÁBUA DE CLASSIFICAÇÃO, mas que ambos deram um tempero especial para a grande peleja que será a 7ª rodada de jogos... 

Vamos ver quem jogou?

CHELSEA articula jogada que abriu o marcador a seu favor

Pelo grupo A, apenas SANTA CRUZ, de João Rophe e CHELSEA, de Hugo Alexandre, formaram par de duelo, conforme cronograma da 6ª rodada. Sorteada a ARENA 4, às 10:00hs, ambos ocupavam seus respectivos lados do campo, preparando seus times com a devida limpeza de seus botões.

Do lado do Tricolor do Arruda, o jejum interminável de gols estava em jogo. Ele que ainda sequer marcou 1 golzinho na competição, tinha pela frente os BLUES do Hipódromo, que precisava vencer para voltar ao G4. A bola rolou, com o Chelsea aproveitando muito as bolas perdidas nas jogadas do Santinha e ainda na 1ª etapa da partida, balançou as redes com seu meia esquerda, NETO.

A vitória dos Blues põe mais lenha na fogueira do Grupo A

Na etapa complementar, apesar de duas grandes chances desperdiçadas pelo ataque tricolor, os Blues souberam administrar os toques de bola a seu favor, chegando ao segundo gol minutos antes do final da partida. Com 2x0 no placar, o Chelsea regressou ao G4, empurrando a faltosa PSG, de Humberto Securão para fora da zona de classificação.

E o Santa Cruz??? Esse segue a dura sina de, se quer, conseguir marcar seu primeiro gol em jogos oficiais.

JUVENTUS tenta, esbarra na impaciência por gols e cede vitória ao FLAMENGO

Já pelo grupo B, esperava-se o grande confronto entre os líderes VILA BELMIRO, de Albertinho, e FLAMENGO, de Fernando Enéas, jogo esse que definiria o 1º lugar do grupo, uma vez que ambos dividiam 12 pontos conquistados até então. Porém, diante da ausência da Baleia Azul, por questões de viajem, o clássico que definirá o 1º posto ficou para a última rodada.

Sendo assim, JUVENTUS, de Diogo Ayala e o próprio FLAMENGO, em comum acordo, e visando evitar o cansaço que será a maratona do próximo sábado, decidiram antecipar seu confronto e entraram em campo, valendo 3 pontos. Se de um lado, a vitória renderia a liderança absoluta pelo lado rubro-negro, por outro, uma vitória da Juventus indicaria um time grande e experiente fora do G4: O PORTO, de Dinoraldo Gonçalves.

Pela 5ª vez, deu FLAMENGO, por um básico 1x0

A bola rolou... jogo marrento, chutes perdidos... Apesar da calma flamenguista, nada dava certo nos arremates. Pela Juve, a falta de paciência começou a aflorar na medida em que também não conseguia concatenar as jogadas e tudo parecia caminhar para um empate em 0x0 quando um detalhe mínimo se fez em campo. 

O MENGÃO, em todos seus 4 jogos, chegara ao triunfo com um magro 1x0 e nesta quinta apresentação, esse mesmo placar lhe renderia a liderança isolada, deixando o Vila Belmiro para trás.... Parece que esse raciocínio lhe subiu à mente e, restando 2 minutos para o final, encontrou brecha na defesa italiana para balançar as redes, repetindo pela 5ª vez, aquele básico placar que lhe coroa com a melhor campanha no geral: 1x0 para o classificadíssimo FLAMENGO.


Analisando a tabua de classificação, vemos no grupo A, uma briga de cachorros grandes, onde 5 deles estão com facas nos dentes para garantir vaga. De certa forma, a vitória dos Blues por 2x0 frente o Santinha colocou mais lenha na fogueira do grupo e não se iludam: Esse baralho de posições deverá ser mexido bastante, na medida em que os jogos finais forem se desenvolvendo.

Atentem-se para o SAN LORENZO, de Hélvio Ney, que em seu primeiro campeonato na Regra Pernambucana, está colocando 4 tubarões para calcular e esquentar a cabeça com o que precisam fazer neste restinho de primeira fase.

O CORÍNTHIANS, de Adriano Oliveira, pode ainda chegar a 8,1 pontos, porém, precisa torcer por uma combinação de resultados a seu favor para tentar ficar com a ultima vaga, além, claro, de ter que vencer seus 2 compromissos. Para o Timão, só milagre o salva!


Observando o Grupo B, o FLAMENGO já garante vaga de forma absoluta, agora com 15 pontos ganhos, nenhum gol sofrido, tendo apenas que empatar com o VILA BELMIRO, de Albertinho, para assegurar a vantagem do empate em todos os jogos do mata-mata, pois teria assim a melhor campanha da competição também garantida. Já ao Vila Belmiro, uma vitória no clássico bastaria para retomar a primeira posição e assim, usufruir da mesma vantagem citada, uma vez que possui maior numero de gols a seu favor, no momento.

As outras duas vagas do grupo B ficam mesmo em disputa por 4 times: HÉRCULES, de J. Hércules que está mais cômodo na 3ª posição, tem aparentemente vida fácil, frente ao IGLADIATORI, de Belfort. Se confirmar o favoritismo no jogo, garante sua vaga na última rodada. PORTO, de Dinoraldo, ÍBIS, de Daniel "Piru" e JUVENTUS, de Diogo, estes dois últimos estreantes na Regra Pernambucana, estão no páreo pela última vaga do grupo B.

E enquanto esperamos o dia 02 de outubro chegar, vamos observar os confrontos que teremos nas quatro arenas oficiais da Associação Pernambucana de Futebol de Mesa. 

Vejam:



Meus amigos, muita emoção, muito choro, muita alegria e muita disputa... estes são os temperos que estarão dentro do caldeirão da APFM

Com as presenças do PSG, de Humberto Securão, e do IGLADIATORI, de Belfort Moura, deveremos ter nada menos que 11 grandes jogos, num sábado que promete demais.

Venha... garanta lugar nos camarotes da APFM. Acompanhe lance a lance dos jogos finais da 1ª fase e divirta-se com a gente nessa peleja. Se é que você consegue se divertir em meio à pressão por uma vaga! Hehehe!

Até breve, meus amigos!

VIVA O BOTÃO!

domingo, setembro 19, 2021

UMA PAUSA MUITO BEM VINDA!

 

Um dia sabático na APFM. Nada de jogos oficiais, só amistosos para descontrair

Minha gente!

Depois de cinco rodadas realizadas, com muita emoção e surpresas vindo da nova safra de botonistas da Regra Pernambucana, o sábado 18 de setembro foi um dia atípico em meio a um certame oficial em andamento, e sabe por quê? Foi um dia sabático para todos os envolvidos no Campeonato Oficial 2021.

Isso mesmo, foi um dia de relaxamento e descontração entre os associados da APFM, que entraram em campo apenas para amistosamente, desfilarem seus botões nas mesas da Regra Pernambucana, sem a pressão de vitória e raciocínios matemáticos em busca da classificação para a 2ª fase.

Com ausências anteriormente confirmadas de CHELSEA, deste que descreve a atual competição, PSG, do temido Humberto Securão, JUVENTUS, de Diogo Ayala, CORÍNTHIANS, de Adriano Oliveira, IGLADIATORI, de Belfort Moura, a Comissão Organizadora do CO2021 decidiu transferir então, sem danos para a competição, todo o cronograma de jogos do sábado 18 de setembro, para o sábado seguinte, 25 de setembro.

Um sábado para descontrair, jogar até a canela doer, sem pressão e cálculos matemáticos 

Então, com uma pausa muito bem vinda para relaxar, este sábado ficou por conta apenas de ajustes e treinos descontraídos entre os que compareceram à Sala Brasília, ficando desde já prenunciado, o retorno da pressão no caldeirão da APFM, onde a fervura vai aumentar com o andamento das 2 últimas rodadas da primeira fase da competição.

E por falar em competição, que tal passarmos pelos números atuais, registrados até o momento, após cinco rodadas realizadas?


O Grupo A aponta 5 times brigando por 4 vagas diretas, porém, considere ainda o Corínthians, um 6º time ainda com chances de beliscar a última vaga. O SANTA CRUZ, de João Rophe, é o único time que ainda não pontuou na competição, sendo também o único time que não conseguiu balançar as redes adversárias. SÃO PAULO, de Max Monteiro é líder atual na chave A, porém computa um jogo a mais que seu adversário coladinho com ele, o CRUZEIRO, de Marcos Securinha. A grata surpresa já mencionada em outros relatos, é a presença incômoda do SAN LORENZO, de Hélvio Ney. Digo “incômoda” porque está tirando a vaga de tubarões da Regra, e isso é maravilhoso de ver... hehehehe!


O lado B da competição trás VILA BELMIRO, de Albertinho e FLAMENGO, de Fernando Enéas, numa corrida alucinada pelo topo da tabela, sendo momentaneamente a Baleia Azul, a detentora da 1ª vaga, graças ao número de gols marcados. Neste grupo, também temos estreantes com chances de abocanhar uma das 4 vagas à fase final. Trata-se justamente da JUVENTUS, do jovem Diogo Ayala, que com a vitória contra o HÉRCULES, de J.Hércules, se credenciou na disputa, deixando o PORTO, de Dinoraldo Golçalves, em alerta máximo. Se bobear, o Grupo B também poderá ter força nova no mata-mata final.


Dentre as informações computadas rodada a rodada, esta, acima, é de uma preciosidade sem medida, uma vez que a REGRA PERNAMBUCANA destaca e premeia com troféu, o botão artilheiro da competição. E é muito comum que o Campeão da competição consagre também um botão de seu elenco, levando pra casa, pelo menos 2 troféus na bagagem.

Na lista, vemos pelos dois grupos, uma disputa acirrada e momentaneamente empatada entre 5 botões, todos eles com 2 gols anotados. Pelo Grupo A, CHELSEA coloca seu meia direita, PAULO SÉRGIO, como destaque na briga, sendo acompanhado por CLAYTON, do CRUZEIRO.

O VILA BELMIRO, possuidor do melhor ataque da competição após cinco rodadas, também credencia 2 botões ao troféu de artilheiro. São eles, HAROLDO e ALDIR. E ainda no grupo B, ADRIANO, do PORTO, é outro nome que divide a artilharia geral da competição.

E já que falamos em gols marcados, registre-se também que a competição atual traz um número de gols marcados bem aquém daquilo que se via em campeonatos passados, isso graças ao festival de placares de 1x0 ou 1x0, como veremos a seguir.

Até aqui, foram 29 jogos realizados, com 46 gols anotados, o que dá uma média de gols de 1,58 por jogo, entre os grupos, o A tem uma média um pouco acima do B, com 1,84 gols marcados de um contra 1,37 do outro grupo.

TABELA DE JOGOS - QUADRO GERAL

GRUPO A


GRUPO B


Partindo para uma visão geral, incluindo todos os jogos do campeonato, trazemos aqui o registro das 7 rodadas previstas nesta primeira fase, em ambas as chaves.

Este quadro é muito consultado por todos os envolvidos na disputa, porque por ele, diante da pontuação conquistada, cada um faz as suas projeções, conjecturam e prospectam o que podem ou não alcançar, tendo em vista os confrontos que terão, nas rodadas seguintes.


E para finalizar nossa vista sobre os dados do Campeonato Oficial 2021, vejamos o que vem por ai, no próximo dia 25 de setembro.

O Grupo A trás dois jogos atrasados, com promessa de serem cumpridos com a presença do PSG, de Humberto Securão, que promete aparecer e esquentar a rodada. Os jogos com destaque em preto, são exatamente os jogos do dia, válidos pelo 6ª rodada.

Mas e o Grupo B, por quê tem apenas 2 jogos? IGLADIATORI x ÍBIS era um confronto previsto para esta rodada, porém, foi antecipado há 15 dias, quando os gladiadores (Palhetados por BELFORT MOURA, que está fazendo curso aos sábados) apareceram para iniciar sua campanha. Um outro confronto desta rodada, também antecipado, foi a histórica vitória da JUVENTUS, diante do HÉRCULES, vitória esta que credenciou a nova “vecchia signora” à briga por uma vaga na 2ª fase. VILA BELMIRO x FLAMENGO, os líderes da chave B, deverão protagonizar um grande espetáculo pela liderança do grupo... Esperemos para ver!

APFM em dia de rodada oficial

Minha gente, ai está! Ficamos agora por conta da passagem desta semana que se inicia, ficando a expectativa pelo retorno oficial dos jogos para o próximo sábado, 25 de setembro.

Há quem aposte na força jovem e nos novos competidores da APFM, mas há também quem duvide que a zebra entre no pasto, acabando assim com a inabalável estabilidade dos experientes da regra.

Fique atento e não perca os próximos 2 capítulos que ainda restam ser escritos, pela 1ª fase... A próxima matéria de A MARRETA pode trazer resultados inimagináveis no mundo da bola de borracha!

VIVA O BOTÃO!

domingo, setembro 12, 2021

NOVATOS INCENDEIAM A 5ª RODADA DO CERTAME

Sala Brasília, na APFM, incendiada pelas novas forças da Regra Pernambucana


Meus amigos, apaixonados pelo mundo do Botão, tenham certeza, desde já: Como dizia um velho amigo, “Não existe mais gente boba no mundo da Bola de Borracha!”

Dizendo isso, ele referia-se ao lado inocente dos iniciantes na Regra Pernambucana, que ainda sem conhecimento das manhas e uso astucioso das jogadas em campo, eram facilmente dominados e até goleados pelos veteranos “tubarões” da Regra, nos tempos de outrora.

Essa pequena explanação se faz necessária por em destaque, uma vez que a rodada deste sábado, 11 de setembro, evidenciou em campo, essa mudança de ares, já confirmadas pelas palavras desse amigo: Realmente, não tem mais gente boba no mundo do botão!

E para apontar essa dinâmica atual, vamos ao que interessa, aos fatos reais na história do Campeonato Oficial 2021

A muito custo, São Paulo arranca empate contra o San Lorenzo, a sensação do CO2021
 

Tudo começou com a abertura da 5ª jornada, com o SÃO PAULO, do líder do grupo A, Max Monteiro, enfrentando a sensação da competição, o agora temido SAN LORENZO, de Hélvio Ney. Vindo de duas vitórias consecutivas, o San Lorenzo impôs uma certa preocupação ao tricolor do Samu, fazendo-o colocar as barbas de molho.

Com bola rolando, os argentinos confirmaram o motivo do temor sampaulino, abrindo o placar ainda no início de jogo. E não foi por acaso. A sequência de jogo mostrou o técnico Hélvio Ney senhor de si, com jogadas seguras, toque de bola requintado e objetividade nas jogadas. Veio o segundo tempo de jogo, e o San Lorenzo seguiu firme em campo, porém, o tricolor de Rio Doce voltou mais equilibrado e disposto a empatar. Mas, teve que suar sangue para abrir brecha no gol argentino. Só no finalzinho de jogo, o placar foi igualado em 1x1, dando números finais ao grande embate. Como dizia meu velho amigo... “Não há mais bobo no Botão!”

Juventus ataca, Íbis se defende, e o espetáculo é garantido na APFM
 

Quase que simultaneamente, pelo grupo B, ÍBIS, de Daniel Piru e JUVENTUS, de Diogo Ayala, faziam o clássico dos estreantes, com possibilidades de vitória para qualquer lado. Em campo, se viu o “REI DOS AMISTOSOS”, Diogo, com jogadas concatenadas, bem articuladas, boas oportunidades contra a meta rubro-negra. Por outro lado, via-se o Íbis aproveitando os contra-ataques com perigo, acertando a trave em vários chutes. E foi justamente num desses contra golpes, já na etapa final, que o Íbis surpreendeu a força jovem da Juve com o gol da vitória no clássico: 1x0! Diga-se de passagem que, em campo, jogadas lúcidas e uso dos detalhes da regra já foram ensaiados por ambos os estreantes... e lembrem-se: “Não há mais bobos no botão!”

Hércules, numa das raras vezes em que pegou na bola, frente a Juventus

 
Minutos depois deste encontro, a vitalidade da JUVENTUS já entrava novamente em campo, convocado pela comissão organizadora a antecipar sua partida contra o HÉRCULES, de J. Hércules, pela 6ª rodada do certame, uma vez que os suecos não poderão comparecer no próximo sábado.

Olhando para o confronto, alguém poderia opinar e lançar aquele óbvio palpite de que seria um fácil 4x0 para os experientes botões de J. Hércules, isso só no primeiro tempo. Mas e com a bola rolando, foi isso que aconteceu?

Definitivamente, se viu a lucidez e audácia do pequenino Diogo, se agigantando diante do favoritíssimo Hércules. Toque de bola refinado, domínio na palheta, observância dos lances... tudo isso, contribuiu para que o HÉRCULES apenas assistisse o jogo, em vários momentos da partida. E toda essa articulação da nova “Vecchia Signora” redundou, na etapa final, no grito de gol estridente na Sala Brasília, o gol da vitória italiana.

Sim, foi tão alto o grito de gol, que certamente foi ouvido por Sambaquy, em terras gaúchas. Faltavam ainda 3 minutos, e foram 3 minutos de felicidade por parte da Juventus, sem acreditar que estava vencendo o temido Hércules. Os intermináveis 3 minutos se passaram e a vitória foi assinalada com sucesso. Alegria, alegria, que vitória!

A rodada foi sequenciada ainda com outros dois jogos, todos válidos pelo grupo B.

Hora de clássico entre experientes da Regra Pernambucana: VILA BELMIRO x HÉRCULES


VILA BELMIRO, de Albertinho, enfrentando o mesmo HÉRCULES, de J. Hércules, fizeram um jogo pra lá de nervoso, o que não poderia ser diferente quando o assunto é rivalidade antiga em campo. E a história desse jogo, foi temperada com uma pitada de polêmica, na fase complementar de partida: O jogo seguia empatado, em 0x0. No ataque, o Vila Belmiro articulava uma jogada para seu desfecho, quando aos olhos do árbitro Fernando Enéas, uma falta técnica foi cometida, sendo caracterizada com um botão do Vila batendo em outro botão do mesmo time, antes de atingir a bola. Pela regra, isso é tiro livre indireto contra a equipe infratora, a famosa FALTA TÉCNICA.

Com expectadores em campo, Vila e Hércules protagonizam polêmicas no CO2021

Alegando que não houve o choque, e de certa forma inconformado, o Vila Belmiro teve que acatar a decisão da arbitragem, que foi acompanhada e confirmada por alguns expectadores da partida. O fato é que, após a cobrança do tiro livre indireto, o Hércules conseguiu furar o bloqueio da Baleia azul, balançando as redes e vencendo-o por um magro 1x0.

Registre-se ainda a queixa por parte do Vila Belmiro, a respeito de sua palheta de chute, sumida durante o primeiro tempo e encontrada escondida debaixo da palhete de goleiro, no intervalo de jogo. Quem será que escondeu a palheta do Vila, minha gente?

Flamengo armando o bote pra cima do Porto, em mais um 1x0 para a coleção


Saindo da arbitragem direto para colocar o time do FLAMENGO em campo, Fernando Enéas alcançou um significativo triunfo no confronto contra o PORTO, de Dinoraldo Gonçalves, no jogo em que encerrou as atividades do sábado, 11 de setembro.

Com 3 vitórias anotadas na competição, todas por 1x0, o Mengão era, a essa altura, o único com aproveitamento 100% e tinha pela frente, o time de MADRUGADA e Cia, palhetado por Dinoraldo, que buscava em campo, consolidar sua classificação ao mata mata. Jogo iniciado, chutes pra lá, ataques pra cá, bolas na treva, arremates pra fora, tudo demonstrava equilíbrio e um cheiro de empate no ar, quando honrando o mesmo placar dos outros 3 jogos, o Urubu do Hospício chegou ao seu golzinho salvador e o quarto triunfo por 1x0, só para não perder e pouse.


 
Após a 5ª rodada de jogos pelo grupo A, que hoje teve apenas o jogo entre SAN LORENZO x SÃO PAULO em evidência, vemos o mesmo São Paulo agora isolado na liderança do grupo, lembrando que possui um jogo a mais. Com o empate desta rodada, o San Lorenzo afasta-se da zona da amargura, aquela que não credencia ninguém ao mata mata. CRUZEIRO, PSG e CHELSEA, que se enfrentarão entre si na próxima rodada, deverão dar novos números e novas perspectivas no grupo A



Já o grupo B, com a derrota do VILA BELMIRO e a vitória do FLAMENGO, vemos um empate rigoroso entre ambos, dividindo agora com 12 pontos ganhos. Mesmo com 100% de aproveitamento, o Mengão não está à frente na tabela porque perde para o Vila no critério Gols Próprios. Os estreantes ÍBIS e JUVENTUS, com suas vitórias, colaram no PORTO, que agora, fica em alerta máximo para não perder sua vaga no mata mata para um dos estreantes.

Marcos Silva e seu BOTAFOGO, dando o ar da graça na APFM

 
Registre-se ainda, com grata surpresa, a presença de nosso querido BOTAFOGO, palhetado por Marcos Silva, figura carimbada no topo das competições internas da APFM e que encontra-se ausente momentaneamente devido a sua saúde. Apareceu para rever os amigos, matar a saudade do convívio, e assistir o espetáculo da Bola de Borracha. Seja sempre bem-vindo, Marcão!

E assim foi mais um capítulo da história do Campeonato Oficial 2021, em curso na APFM.

Com as apresentações dos estreantes, o brilho das atuações “nada boba” em campo, a Regra Pernambucana é a grande vencedora de tudo isso. Mais emoções, mais disputas, com uma boa adição de incerteza quanto à classificação, antes dada como certa para os velhos experientes da Regra.

Restam duas rodadas para a definição do mata-mata. E estejam certos, nestas duas rodadas, um oceano ainda vai passar por baixo da ponte. Estejam sobre essa ponte, para acompanhar de pertinho, o desfecho da 1ª fase do CO2021.

Viva o Botão!

domingo, setembro 05, 2021

VAMOS MARATONAR NA REGRA PERNAMBUCANA?

A tão esperada estreia dos GLADIADORES, numa super maratona de jogos

 MARATONA...!!!                            

É isso ai, minha gente, em ano de Olimpíadas, a APFM, neste sábado 04 de setembro, incorporou o espírito olímpico e resolveu maratonar nada menos que 10 jogos pelo Campeonato Oficial 2021, numa sequência eletrizante de partidas válidas pelos dois grupos da Competição.

Tivemos finalmente, a estreia do último time que faltava entrar em campo, o IGLADIATORI, de Belfort Moura, que cumpriu 4 jogos de todo o calendário. Isso equivale a pelo menos 2 horas ininterruptas de jogos para o time dos Gladiadores.

Antes de conhecermos a atual situação classificatória dos grupos A e B, vamos ao passo a passo deste sábado (04), para saber tudo o que rolou em cada confronto do CO 2021

Tomada aérea do embate entre CHELSEA e CRUZEIRO, pelo Grupo A

A Maratona de jogos iniciou-se com o CLÁSSICO AZUL da Associação. CRUZEIRO, de Marcos Cardoso e CHELSEA, de Hugo Alexandre, enfrentando-se na Arena 5 num jogo pra lá de equilibrado e carregado de detalhes. Logo no início do jogo, os estrelados acertaram uma bola rasteira, no canto direito da meta inglesa, abrindo o placar. Os Blues responderam no finalzinho da etapa inicial, empatando o jogo num belo arremate pelo lado esquerdo de seu ataque, mas, na etapa complementar, uma falta cometida pelo atacante do Chelsea redundou no gol da vitória cruzeirense, fechando o marcador em 2x1 para a Raposa.

CORÍNTHIANS buscando o gol, mas SÃO PAULO triunfa no final do jogo

Seguindo pelo grupo A, SÃO PAULO, de Max Monteiro e CORÍNTHIANS, de Adriano Oliveira fizeram um jogo equilibradíssimo em tudo. O Timão, que até então não havia marcado nenhum gol no certame, buscava sua primeira vitória, porém, a sua angústia agravada e evidenciada quando, no final da partida, o São Paulo impôs um “COLOQUE-SE” perigosíssimo, com todo cheiro de gol. Nesse momento, logo após a ordem para “pegar”, o cronômetro soou e o jogo estava apenas por um chute. E QUE CHUTE, meu povo... Arboleta, nos acréscimos, decretou mais uma derrota do timão, fazendo a bola acordar a adormecida coruja. 1x0 para os tricolores, que garantiram a liderança do grupo A.

Em ataque concatenado, SAN LORENZO vence sua 2ª partida oficial na APFM

Mais um jogo se fez, pelo mesmo grupo A. Dessa vez, um embate entre duas novas forças da REGRA PERNAMBUCANA. SANTA CRUZ, de João Rophe e SAN LORENZO, de Hélvio Ney encontraram-se na Arena 4. Vindo de uma vitória no sábado anterior frente o Corínthians, os argentinos entraram decididos a ocupar um lugar no G4, condição que a vitória lhe proporcionaria. E ela veio, no segundo tempo, num belíssimo chute da intermediária. Numa jogada muito bem articulada partindo de um tiro de meta, em poucos toques, o San Lorenzo armou e decidiu a partida: 1x0 para Helvio e seu lindíssimo time branco!

Em desvantagem no placar, CORÍNTHIANS constrói empate heróico


Para finalizar o grupo A, uma partida antecipada da 5ª rodada foi realizada, entre CRUZEIRO, de Marcos Cardoso e o CORÍNTHIANS, de Adriano Oliveira. A bola começou a rolar com a angustia corintiana ainda mais aflorada, pois esse era o seu 4º compromisso pelo campeonato e ainda não havia anotado 1 golzinho sequer. E essa angustia só fez aumentar quando viu o ataque do Cruzeiro, em bola perfeitamente articulada, balançar as redes ainda no primeiro tempo, abrindo vantagem para os estrelados. Seria essa a 4ª partida sem gols e a 3ª derrota consecutiva do Timão? Para a sua alegria, NÃO! Nos minutos finais da partida, depois de encontrar forças não se sabe de onde, o time Curadense arrancou um empate heroico em 1x1, amenizando assim, nesse empate, o resultado geral do sábado.

Finalmente, a estreia dos imortais gladiadores

Oficialmente, estamos na 4ª rodada da 1ª fase da competição, e até então, não tínhamos visto o IGLADIATORI, de Belfort Moura participando de uma competição oficial da Regra Pernambucana, na APFM. A espera pelos lutadores do Coliseu acabou e, num sábado de Maratona nas mesas da Bola de Borracha, ele cumpriu nada menos que 4 partidas consecutivas... Vamos a elas:

Trazendo no peito o herói do Coliseu, Belfort "MAXIMUS" entra na arena

Seu primeiro encontro foi justamente contra o PORTO, de Dinoraldo Golçalves. Muito comum numa ocasião oficial, é perceber um certo nervosismo numa estreia, e, mesmo com os Gladiadores, não foi diferente. Suadeira, campo molhado, respiração descompassada, parecia realmente caminhar para a morte numa arena... E o PORTO não perdoou. 2x0 para mostrar o cartão de visitas ao estreante IGLADIATORI.

Sem tomar conhecimento, VILA BELMIRO impõe derrota aos GLADIADORES


O Segundo confronto experimentado pelos imortais foi contra o líder absoluto do Grupo B, o VILA BELMIRO, de Albertinho. Uma parada dificílima, que os gladiadores experimentaram. Com bola rolando, viu-se um domínio absoluto da Baleia Azul, muito embora, em 4 oportunidades, os lutadores chegaram com perigo à meta Belmirense. Em uma dessas tentativas, o IGLADIATORI guardou seu golzinho e seria uma bela vitória se sua meta não tivesse tomado 3 golaços do poderoso ataque da Sacolinha: Resultado deste 2º compromisso dos IGLADIATORIS foi um 3x1 para o VILA BELMIRO.

IGLADIATORI observa o Urubu do Hospicio em suas jogadas de gol

Sem se cansar em campo, IGLADIATORI emplacou seu terceiro duelo, dessa vez contra o FLAMENGO, de Fernando Enéas. De volta à Arena 2, suor e grande embate foi o que se viu em campo. Porém, matreiro como é, o carniceiro Urubu do Hospício não se intimidou frente as reluzentes espadas dos gladiadores e um simples, magro, mas certeiro golpe foi deferido na arena, levando à vitória, o Rubro-Negro do centro do Recife. Era a terceira derrota daqueles que, no nome, só conhecem a vitória.

Já sem forças, IGLADIATORI arranca empate contra ÍBIS, na Arena 1


E será que ela, a vitória, viria no 4º confronto do dia? Agora, o adversário era o ÍBIS, de Daniel, numa partida antecipada da 6ª rodada. Jogo equilibrado no primeiro tempo, com oportunidades de ambos os lados para inaugurar o marcador. Mas o primeiro golzinho do jogo só veio na etapa complementar, e foi do Íbis. Jogada criada e ataque fulminante pelo meio.... GOOOOL dos rubro-negros... Estaria decretada a 4ª derrota dos gladiadores? Na sequência do centro de campo, já sem condições físicas para se levantar, uma bola inusitada, também pelo meio de campo, fez a alegria do técnico Belfort explodir em campo, buscando o empate em 1x1 e evitando mais um insucesso nas Arenas da Regra PE. Foi o primeiro pontinho de cada um dos times, ambos estreantes nos quadros da APFM.

Pensa que acabou por ai?

VILA BELMIRO escrevendo a história de 4 vitórias em 4 jogos do CO2021

Ainda vimos o VILA BELMIRO, de Albertinho, encarar o time mais conhecido do mundo, o mesmo ÍBIS, de Daniel. E aqui, o Vila alcançou a excelente marca de 4 partidas com 4 vitórias, mantendo 100% de aproveitamento na competição, garantindo por tabela, sua vaga nas 4as de final do torneio. Essa quarta vitória da Baleia Azul foi escrita por 2 tentos a 0 diante do rubro-negro do Pina. Muitos falam que o Grupo B está mais fácil, quanto à escalada para segurar uma vaga na 2ª fase, no entanto, o que importa ao Vila Belmiro, é garantir isso em campo, conquistando vitória por vitória.

Nada de gols, no embate entre PORTO e HÉRCULES

E para escrever a história do décimo jogo do dia, HÉRCULES, de J. Hércules e PORTO, de Dinoraldo Gonçalves, resolveram não mudar o placar do jogo, ficando ele do jeitinho que começou: 0x0. Apesar de duas ótimas oportunidades construídas por cada lado, os goleiros trabalharam bastante e foram eles os protagonistas do único empate sem gols nessa jornada do dia 04 de setembro.

A única ausência deste sábado ficou por conta do jovem Diogo Ayala e sua JUVENTUS. Diogo, com compromissos externos, em gramados oficiais, aproveitou a folga na tabela para disputar uma competição pelo time que joga, no Bairro do Rio Doce. Mas é presença assegurada no próximo sábado.


Analizando o Grupo A, vemos SÃO PAULO e CRUZEIRO empatadíssimos na liderança, com os mesmos 8,2 pontos, sobrando uma vantagem minúscula ao Trticolor do Samu graças ao critério de saldo de gols. Uma grata surpresa é a presença do SAN LORENZO na 3ª colocação, ele que venceu sua segunda partida seguida, tirando o CHELSEA do G4. PSG fecha o grupo daqueles que avançarão às quartas de final


O grupo B, pelo contrário, mostra o VILA BELMIRO de vento em popa, com seus 12 pontos absolutos e praticamente garantindo sua vaga. FLAMENGO, com um jogo a menos em relação ao Vila, segue também com 100% de aproveitamento, tendo vencido 3 jogos pelo mesmo placar: 1x0. O PORTO, que com um empate e uma vitória neste sábado, abocanhou a 3ª vaga momentânea. Seguido de perto vem o  HÉRCULES. E assim, muitos acham que serão as 4 vagas deste grupo... Será mesmo?

Meus amigos, aí está a história de um sábado que há muito não se vivia na APFM. Uma verdadeira MARATONA, com clássicos, estreias, surpresas e sobretudo, muita alegria no reino da Bola de Borracha.

Os números apontam os prováveis classificados para a 2ª fase, talvez indicando o óbvio, que muitas apostas dizem. Contudo, ainda teremos 3 rodadas pela frente e a escrita dessa trajetória ainda pode mudar bastante.

Teremos zebras no que resta de competição? Ou teremos a tônica da experiência mandando ver no CO2021?

Apostas na mesa... VIVA O BOTÃO!