Minha lista de blogs

domingo, novembro 10, 2019

BOTAFOGO O GRANDE CAMPEÃO DE BOTÃOBOL DE 2019

FOGÃO riu por último e é o grande campeão de botãobol
Minha gente!
Ontem, sábado, dia 9 de novembro, na Associação Pernambucana de Futebol de Mesa, aconteceu o desfecho do Campeonato Oficial  de Botãobol, de 2019, com a realização de quatro jogos, válidos pela última rodada da competição, iniciada em agosto do corrente ano, com a participação de 13 equipes.
O TAPETÃO foi acionado e o WxO aplicado. É uma pena
Infelizmente, nessa data de encerramento do campeonato, seis partidas deixaram de ser realizadas por motivo da não apresentação das equipes do HÉRCULES, de José Hércules, do SANTOS, de Adilson Ribeiro e do VASCO DA GAMA, de Ricardo dos Anjos, as quais não fizeram nenhuma comunicação à APFM. 
Cumprindo o regulamento da competição, foi aplicado o WxO nas partidas não realizadas, atribuindo -se a vitória por 1x0 aos adversários que teriam que enfrentar.
Além deles, aplicou a mesma pena ao INTERNACIONAL, de Clóvis Sandes, que abdicou de enfrentar o NÁUTICO, de Abiud Gomes, em jogo da 12ª e penúltima rodada.

O Campeonato Oficial de 2019, de Botãobol, assim, chega ao seu final, com a mesma lisura das competições realizadas na APFM, cumprindo-se na íntegra o previsto no regulamento elaborado para esse fim. em  que pese a divulgação nas redes sociais de notícias falsas com o intuito apenas de denegrir o que é feito com muito carinho e dedicação.
Pensava-se que essas almas sebosas já tinham há muito tempo atrás se afastado do nosso convívio, porém, percebe-se que ainda existem resquícios que esse entes maldoso ainda rondam nosso salutar ambiente, com o intuito de perturbar, na tentativa de jogar uns contra os outros, o que poderia acarretar sérias consequências na continuidade da prática do botãobol.
Deixem a APFM em paz e vão para o outro lado da ponte
Implora-se portanto que esses elementos, falsos amigos, atravessem a ponte e fiquem do lado de lá, mas pelo que se sabe,  nem mesmo lá eles são bem-vindos.
O TRINCA FERRO não temeu o ZUMBI COLORADO
Iniciando a jornada, o ITACURUBA, de Alexandre de Freitas, que vem melhorando e muito seu botãobol, empatou em 0x0 com o INTERNACIONAL, de Clóvis Sandes, o ZUMBI COLORADO, lanterna do campeonato. O domínio foi total do TRINCA FERRO, que vinha de um excelente resultado diante do BOTAFOGO, adiando a festa, equivocadamente comemorada pelo GLORIOSO.
COXA BRANCA vence e se torna vice campeão de 2019
Na sequência, o CORITIBA, de Cláudio Sandes, venceu a duras penas o PORTO, de Dinoraldo Gonçalves, por 1x0 e ficou a espera do confronto VILA BELMIRO X SÃO PAULO para saber qual seria seu posicionamento final na classificação geral do campeonato.
RAPOSA DA JACOBINA vence TIMBU e acaba invicto
Logo depois, o CRUZEIRO, de Marcos Cardoso, entrou em campo para enfrentar o NÁUTICO, de Abiud Gomes, em defesa de sua invencibilidade, o que acabou acontecendo. A vitória tranquila da RAPOSA DA JACOBINA sobre  o TIMBU, por 3x1,  coroou a excelente campanha cruzeirense que não amargou nenhuma derrota e  apenas uma vitória  lhe faltou para abocanhar o título de campeão.
BALEIA AZUL jogou fora a chance de ser campeão
No grande desfecho do campeonato, no jogo mais esperado, o VILA BELMIRO, de Albertinho, adentrou à Arena 6, o Bostão, para tentar vencer o desmotivado SÃO PAULO, de Max Monteiro e assim comemorar o título.
Um chute atrás do outro foi a tônica da partida
Inciada a partida, apesar de demonstrar grande ansiedade, a BALEIA AZUL partiu para cima do disperso TRICOLOR, facilitando assim o trabalho ofensivo do VILA que, no entanto, não soube traduzir em gols toda essa supremacia. Chegou ao cúmulo de desperdiçar um grotesco pênalti provocado pelos são-paulinos. Para se ter uma ideia do que foi o domínio da BALEIA AZUL, foram doze chutes da zona do caixão, todos desperdiçados pelo alvinegro do Metrô dos Afogados.
Veio a segunda etapa e o panorama permanecia o mesmo da etapa anterior. Cada vez que perdia uma oportunidade criada, mais ia se enervando o VILA BELMIRO, que agora lutava contra o relógio.
TRICOLOR DO SAMU sentado via o tempo passar
Eis que de repente, num falha de marcação do TRICOLOR DO SAMU, finalmente encontra o caminho do gol, que poderia ser o gol do sonhado e desejado título. Mesmo sem oferecer resistência o SÃO PAULO, uma vez ou outra arriscava uma ação ofensiva mas os pouquíssimos chutes a gol beiravam ao ridículo, todos longe da meta adversária.
Na única vez de pé, SÃO PAULO faz gol espírita
Porém, quis o destino que, quase ao apagar das luzes, o SÃO PAULO arriscasse mais um chute que de sã consciência ninguém acreditaria que pudesse redundar em gol. Mas, o impossível acontece e o TRICOLOR DO SAMU, para desespero próprio e da BALEIA AZUL vê a bola entrar no ângulo do goleiro BOCA DE CACHORRO. Era o chamado "GOL PASTORIZZA" que acontece quando ninguém acredita.
FOGÃO folgou e vibrou ao saber da conquista do título
Longe dali, quem deve ter vibrado muito foi o BOTAFOGO, de Marcos Silva, que deve ter uma reza muito forte.
Quem sabe o destino do VASCO DA GAMA?
De se lamentar as ausências do VASCO DA GAMA, de Ricardo dos Anjos, que demonstra mais uma vez que não é chegado a honrar seus compromissos, pois em  momento algum, dá sinais de que apresenta problemas que o impedem de comparecer aos jogos. Silencia e ponto final.
Outro fato a lamentar é a falta de "fair-play" de alguns que esquecem que o jogo é jogado e que, por estarem em mau posicionamento na classificação, facilitam para aqueles times com quem têm mais afinidades.
DADOS OFICIAIS DO CAMPEONATO 
De resto, que sejam parabenizados o campeão BOTAFOGO, o vice campeão CORITIBA,  a terceiro lugar do VILA BELMIRO, a invencibilidade do CRUZEIRO, apesar de terminar em 4º lugar, a ADILSON RIBEIRO, árbitro que mais atuou.
Vale salientar que o campeonato acabou com dois artilheiros: DEL PIERO, do BOTAFOGO, de Marcos Silva e PAULO ISIDORO, do CRUZEIRO, de Marcos Cardoso, cada um com 7 gols marcados.
O melhor ataque foi o do GLORIOSO, com 18 tentos assinalados, enquanto que as defesas do BOTAFOGO, do CRUZEIRO e do VASCO DA GAMA foram as menos vazadas, com 5 gols sofridos, cada uma.
CLASSIFICAÇÃO GERAL
Eis com ficou a classificação geral do campeonato oficial de botãobol, de 2019:
EQUIPES
PG
PP
J
V
ECG
ESG
D
GP
GC
SG
1.     BOTAFOGO
25,3
10,7
12
7
2
2
1
18
5
13
2.     CORITIBA
24,3
11,7
12
7
2
1
2
16
8
8
3.     VILA BEMIRO
23,5
12,5
12
6
4
1
1
13
6
7
4.     CRUZEIRO
22,4
13,6
12
5
4
3
0
13
5
8
5.     FLAMENGO
21,3
14,7
12
6
2
1
3
11
9
2
6.     SÃO PAULO
20,3
15,7
12
5
3
2
2
14
8
6
7.     VASCO DA GAMA
19,1
16,9
12
5
1
3
3
6
5
1
8.     SANTOS
12,2
23,8
12
3
2
1
6
5
10
-5
9.     NÁUTICO
11,1
24,9
12
3
1
1
7
6
12
-6
10.  ITACURUBA
11,1
24,9
12
2
1
4
6
3
9
6
11.  HÉRCULES
10
16
12
2
0
4
6
2
6
-4
12.  PORTO
9,2
26,8
12
2
2
1
9
6
12
-6
13.  INTERNACIONAL
2,1
33,9
12
0
0
2
10
1
18
-17
LEGENDA:  PG: Pontos Ganhos; PP: Pontos Perdidos; J: Jogos; V: Vitórias; ECG:
Empate com gols; ESG: Empate sem gols (0x0); D: Derrotas; GP: Gols pró; GC: Gols contra;

SG: Saldo de gols.
FESTA DE PREMIAÇÃO E TORNEIO DE ENCERRAMENTO
A festa de premiação acontecerá no dia 14 de dezembro, com a realização do TORNEIO DE ENCERRAMENTO.
TORNEIO DO BAMBU
Antes, no sábado, dia 30 de novembro, promovido pelo Sócio Alexandre de Freitas, será realizado o TORNEIO DO BAMBU. Todos, desde já, estão convidados a participar.
Com LULA LIVRE, viva o botão!